41 3085-8810 contato@sinergiaengenharia.com.br

A Gestão da Saúde, Segurança e Meio Ambiente

A Segurança do Trabalho é um assunto disseminado em todo o mundo, mesmo que em estágios diferentes em cada lugar. Cada país, tem o dever de zelar pela saúde dos trabalhadores. No Brasil a Constituição da República Federativa de 1988, prevê no seu artigo 7º a redução dos riscos inerentes ao trabalho por meio de normas de saúde, higiene e segurança, isto é pela saúde Ocupacional.

O nosso país é um dos que se destacam em números de acidente. Segundo o Anuário Estatístico da Previdência Social – AEPS, em 2012 foram registrados no total 705239 acidentes de trabalho, porém estima-se que esse número seja ainda maior, pois muitos acidentes não são comunicados nem registrados. Dos acidentes registrados a maioria foram de ferimentos dos membros superiores principalmente punhos e mãos.

Define-se como acidente do trabalho aquele que ocorre pelo exercício do trabalho a serviço da empresa, provocando lesão corporal ou perturbação funcional, permanente ou temporária, que cause a morte, a perda ou a redução da capacidade para o trabalho. Incluem-se como acidente de trabalho os acidente de trajeto, ou seja, no percurso da residência para o trabalho e vice-versa.

As principais causas dos acidentes de trabalho são os atos inseguros, que ocorrem quando o trabalhador faz determinado serviço de forma descuidada ou errada, condições inseguras, que ocorrem quando não são dadas ao trabalhador condições ideais para execução das tarefas laborais, como por exemplo, máquinas desprotegidas e iluminação inadequada. E por fim podemos citar o fator pessoal inseguro, falta de prática, má vontade, pessoas com problemas psicológicos pessoais, familiares.

As empresas, independentemente do porte, estão mais atentas a esse assunto uma vez que a preocupação com o bem estar dos funcionários estão cada vez mais sendo discutidos e exigidos. Dessa maneira, com as empresas colocando a saúde e a segurança de seus empregados como fator prioritário, várias estratégias, programas e processos têm sido implementados com resultados positivos na redução dos acidentes de trabalho. Dentre esses Programas destacam-se o Programa de Prevenção de Riscos Ambientais – PPRA, Programa de Controle Médico de Saúde Ocupacional – PCMSO, Programa de condições e Meio Ambiente de Trabalho na Indústria da Construção Civil- PCMAT, Programa de Conservação Auditiva – PCA, Programa de Proteção Respiratória- PPR entre outros. Cabe ressaltar que mesmo havendo mudanças e uma conscientização maior, o número de acidente ainda é muito alto.

A Gestão de Segurança, Saúde e Meio Ambiente é um fator essencial para uma melhoria contínua e a promoção da Saúde Ocupacional, que trata do reconhecimento, da avaliação e do controle dos riscos. Nesse sentido engloba a medicina do trabalho, a higiene do trabalho e a segurança do trabalho.

Maíra Caires Aquino é Engenheira Ambiental especialista em Construções Sustentáveis. 

Maíra Caires Aquino
Maíra Caires Aquino
Engenheira Ambiental e Especialista em Construções Sustentáveis

Deixe um comentário

avatar
  Increver-se  
Notificar-me

Notícias relacionadas

Ver mais notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Sinergia Engenharia!