41 3085-8810 contato@sinergiaengenharia.com.br

Bituca de cigarro pequeno grande problema!

Em 2008, o IBGE e o Ministério da Saúde, através do Instituto Nacional de Câncer – INCA, da Secretaria de Vigilância em Saúde – SVS e da Agência Nacional de Vigilância Sanitária – ANVISA, realizaram uma pesquisa sobre tabagismo. Segundo essa pesquisa aproximadamente 34 milhões de pessoas são fumantes sendo que dos fumantes diários 33,9% fuma de 15 a 24 cigarros por dia.

Fazendo uma analogia de forma grosseira, se essas 34 milhões de pessoas fumassem pelo menos 1 cigarro industrializado por dia, seriam 34 milhões de bitucas de cigarro sendo descartadas diariamente.

Como tentativa para frear a contaminação por meio de bitucas de cigarro, em Curitiba no ano de 2012 foi aprovado um projeto de Lei em que fumantes que jogarem bitucas de cigarro no chão podem ser multados, além da Lei Estadual 17.230 em que estabelece normas para instalação de coletores de bitucas de cigarros, retirada, transporte, reciclagem e destinação adequada das mesmas em locais públicos e com grande aglomeração de pessoas.

Há diversas fontes em que dizem que o tempo de decomposição da ponta do cigarro varia de 2 a 5 anos, sem contar as substâncias tóxicas da sua composição e ainda podem causar entupimento das tubulações, contaminação da água, entre outros.

Pensando em todos esses impactos você sabia que a bituca pode ser reciclada?

O processo faz com que todas as partes da bituca sejam reaproveitadas. O restante do tabaco, o filtro e o papel são separados por um processo mecânico e todo o resíduo é colocado em um biodigestor. Assim as bactérias específicas quebram as toxinas e as retiram dos resíduos, que passam por uma separação.

Os filtros irão compor uma manta de sustentação que ajudará em processos de hidrossemeadura, que consiste em uma técnica na qual, mediante o hidro-jateamento de sementes, é possível devolver o estado vegetativo natural de uma área degradada já o papel e restos de tabaco serão usados como fertilizantes, que posteriormente podem ser aplicados na mesma área que a manta está sendo usada.

Não jogue a bituca de cigarro no chão, incentive a reciclagem!

(03/02/2017)

Maíra Caires Aquino é Engenheira Ambiental e Especialista em Construções Sustentáveis.

 

Maíra Caires Aquino
Maíra Caires Aquino
Engenheira Ambiental e Especialista em Construções Sustentáveis

1
Deixe um comentário

avatar
  Increver-se  
Notificar-me
Larissa
Larissa

Óla, eu sou a Larissa e estou desenvolvendo um projeto sobre as bitucas e estou instalando lixeiras para recolheras e possível fazer um adubo com elas. E estou escrevendo e fazendo pesquisas sobre o projeto e gostaria de saber se teria mais material disponível sobre o assunto? ficara muito feliz em dar uma olhada caso tenham.Um abraço.

Notícias relacionadas

Ver mais notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Sinergia Engenharia!