41 3085-8810 contato@sinergiaengenharia.com.br

Impactos do uso do agrotóxico

Define-se como agrotóxicos, produtos e agentes de processos físicos, químicos ou biológicos, utilizados nos setores de produção, armazenamento e beneficiamento de produtos agrícolas, pastagens, proteção de florestas nativas ou plantadas, e de outros ecossistemas e de ambientes urbanos, hídricos e industriais, cuja a finalidade seja alterar a composição da flora ou da fauna, a fim de preservá-las da ação danosa de seres vivos considerados nocivos. Também são considerados agrotóxicos as substâncias e produtos empregados como desfolhantes, dessecantes, estimuladores e inibidores de crescimento. (BRASIL, 1989)

Segundo a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária- Embrapa, o Brasil é o maior consumidor de agrotóxicos do mundo, nos últimos quarenta anos o consumo teve um aumento de 700%.

Segundo o Instituto Nacional de Câncer – INCA, estudos epidemiológicos associam a exposição ao agrotóxico ao desenvolvimento de vários tipos de câncer, disfunções endócrinas, alterações neurológicas, hepáticas, renais e imunológicas, e ao comprometimento do sistema reprodutivo e ocorrência de malformações congênitas.

Com relação ao meio ambiente a aplicação de agrotóxicos pode contaminar o solo e os sistemas hídricos, culminando numa degradação ambiental que teria consequências irreversíveis.

(18/11/2016)

Maíra Caires Aquino é Engenheira Ambiental e Especialista em Construções Sustentáveis.

Maíra Caires Aquino
Maíra Caires Aquino
Engenheira Ambiental e Especialista em Construções Sustentáveis

Deixe um comentário

avatar
  Increver-se  
Notificar-me

Notícias relacionadas

Ver mais notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Sinergia Engenharia!