41 3085-8810 contato@sinergiaengenharia.com.br

Reciclagem do “Isopor”

O EPS, poliestireno expandido, conhecido como Isopor, é um plástico 100% reciclável, porém o índice de reciclagem ainda é baixo. Isso pode ser devido à falta de conhecimento da população. Segundo uma pesquisa realizada por um empresa de embalagens de São Paulo, apenas 7% dos brasileiros sabem disso.

Para se ter uma ideia o Brasil em 2008 reciclava apenas 8,4%, mas esse índice vem aumentando cada ano que passa, já em 2014 esse percentual foi de 35%.

Existem mais de 20 Usinas de reciclagem desse material, em Campo Magro, região metropolitana de Curitiba, desde 2009 funciona uma máquina recicladora de Isopor.

O processo de reciclagem inicia com a coleta desse material por meio da coleta seletiva e encaminhada para Usina de Reciclagem em Campo Magro, em seguida, o material passa pela máquina de reciclagem que retira o gás da sua composição e o compacta para serem transportados para Santa Catarina.

Em Santa Catarina esse material passa por um segundo processo, este é triturado, derretido e granulado, podendo então ser utilizado para fabricação de novos produtos.

Esse material reciclado pode ser aplicado como matéria –prima na produção de molduras, rodapés, perfis de obras civis, solado para calçado e pode ser misturado em argamassa e concreto leve.

Podemos perceber que esse material tem diversas aplicações e a reciclagem é um processo relativamente simples, mas o que dificulta é o transporte, pois é um material leve e volumoso e também a falta de consciência das pessoas.

 Maíra Caires Aquino é Engenheira Ambiental e especialista em Construções Sustentáveis 

Maíra Caires Aquino
Maíra Caires Aquino
Engenheira Ambiental e Especialista em Construções Sustentáveis

Deixe um comentário

avatar
  Increver-se  
Notificar-me

Notícias relacionadas

Ver mais notícias

Assine nossa newsletter

Cadastre seu e-mail e receba conteúdos exclusivos da Sinergia Engenharia!